Menu






Crônico
28Jun2008 14:20:00

Crônico

           

                          A Paulo Urban, no inverno de 2008.

                         
 

             

diversos intropoemas

valsificam nessa hora

de existência

por caminhos poéticos

& dilacerados

emaranhados de certezas

talhando ternos verdes

de bolinhas azuis

bailindo ao sabor

do vento ante o horror

mas ninguém consegue

fotografar isso.

ora, raios! 
 

                                    Lecy Pereira Sousa

 

www.paopoesia.blogspot.com Venha participar da comunidade Pão e Poesia no Orkut conosco!


Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.